SINDFESP - SINDICATO DOS FUNCIONÁRIOS DA FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO

Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018
FILIE-SE

Enquete

Quais são suas expectativas para 2019?

Otimas

Boas

Ruins

Pessimas

 

Remédio contra hepatite C só poderá ser vendido no Brasil por empresa americana (19/09/2018)

  • Fiocruz havia registrado versão genérica mais barata, mas INPI concede patente de sofosbuvir à Gilead, afirmando que "preços exorbitantes e práticas anticompetitivas" não são critério na análise

    POR HELENA BORGES / CESAR BAIMA


    ÚLTIMAS DE SOCIEDADE
     
    Além dos doces feitos com maconha, policiais apreenderam uma pistola com as mulheres
    Foto: Chatham-Savannah Counter Narcotics Team Duas mulheres são presas vendendo doces com maconha durante evento em igreja 19/09/2018 10:48
     Pouco mais de 40% dos municípios do país têm um Plano Municipal de Saneamento, instrumento que traça metas e objetivos na área Foto: Marcos Alves / Agência O Globo Menos da metade dos municípios do país tem instrumentos de gestão de saneamento básico, diz IBGE 19/09/2018 10:00
     
    Casamentos só são permitidos após os 16 anos na Malásia, mas tribunais islâmicos permitem que regra seja burlada
    Foto: GABRIEL BOUYS / AFP Unicef condena casamento de adolescente de 15 anos na Malásia 19/09/2018 8:18
     
    Após o registro de cerca de 20 casos, morangos foram retirados dos supermercados na Austrália
    Foto: SAEED KHAN / AFP Austrália considera 'terrorismo' casos de morangos com agulhas 19/09/2018 8:09
    RIO - O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) publicou nesta terça-feira a decisão de conceder a patente do sofosbuvir, remédio utilizado no tratamento contra hepatite C, à indústria farmacêutica Gilead Pharmasset. Com a medida, apenas a companhia americana poderá vender o remédio no Brasil, impedindo a produção de genéricos. Hoje o tratamento básico dura 12 semanas e custa em média R$ 16 mil. Com genéricos, produzidos no Brasil por um consórcio entre empresas nacionais e o laboratório público Farmanguinhos/Fiocruz, o custo cairia para R$ 2,7 mil. A decisão do INPI impede essa mudança, que geraria uma economia de cerca de R$ 1 bilhão para o Ministério da Saúde, além de ampliar o acesso ao tratamento. O sofosbuvir também é eficaz no combate à zika, conforme apontam estudos.

    Com a decisão, o INPI contrariou um parecer da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que em 2017 recomendou que não fosse concedida a patente.

    Jornal: O Globo

Copyright © SINDFESP - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por E-Assis