Enquete

Qual é sua avaliação do Governo do Estado com os funcionários públicos?

Otimo

Bom

Regular

Péssimo

 

SAÚDE: 5 problemas que podem ser confundidos com a endometriose (13/01/2020)

  • Sintomas da endometriose podem ser sinal de outras condições de saúde; veja as doenças que têm os mesmos sinais do problema

    A endometriose é uma condição que afeta cerca de 20% das mulheres em idade reprodutiva e que se caracteriza pelas fortes dores na região pélvica. Embora ela possa começar a se manifestar em alguns meses após o início da primeira menstruação, o tempo médio para a descoberta da doença é de 10 anos, em todo o mundo.

    Isso acontece, entre outros fatores, porque a enfermidade tem sintomas genéricos, ou seja, que podem ser confundidos com os de muitas outras condições. Por isso, é importante conhecer alguns problemas de saúde que têm sinais similares aos da endometriose, como forma de facilitar o diagnóstico correto.

    Veja abaixo 5 problemas que podem ser confundidos com a endometriose:

    Problemas confundidos com endometriose
    Dismenorreia primária

    A dismenorreia é a cólica "comum", não relacionada a nenhum problema orgânico. Apesar de as cólicas da endometriose serem mais intensas, o mito de que sentir dor no período menstrual é normal leva, infelizmente, médicos menos experientes a não valorizarem as queixas das pacientes.

    Por ser um sintoma bastante frequente da doença, a dismenorreia deve ser sempre descrita pela paciente na hora da consulta médica. Dessa forma, o especialista pode optar por investigar as causas das dores e descartar (ou diagnosticar) um possível quadro de endometriose.

    Problemas na coluna

    Quando a endometriose afeta os ligamentos uterossacros, que saem do útero e terminam na área da coluna, a mulher pode sentir dor lombar (lombalgia). O mesmo acontece quando as dores se situam próximas ou atingem o nervo ciático, fazendo com que os focos causem desconforto na região lombar, no músculo posterior da coxa e, eventualmente, irradiem para toda a perna.

    Nesse contexto, não é raro mulheres relatarem que procuraram auxílio de ortopedistas e foram tratadas sem sucesso antes de receberem o diagnóstico de endometriose. Isso quer dizer que nenhuma dor nas costas ou na região lombar deve ser ignorada pelas pacientes e, principalmente, pelos médicos ginecologistas.

    Síndrome da bexiga dolorosa (cistite intersticial)

    Muitas vezes de causa desconhecida, a cistite intersticial é confundida com a endometriose porque ambas podem provocar dores ao urinar - especialmente nos casos de focos da endometriose na bexiga.

    Em casos de envolvimento extenso do órgão, pode ser necessária uma cirurgia imediata. Isso porque há possibilidade de dilatação dos rins e até mesmo de falência renal, se o quadro se mantiver por muito tempo.

    Síndrome do cólon irritável (SCI)

    A endometriose intestinal pode causar distensão abdominal, diarreia e constipação. Como o quadro é semelhante ao da síndrome do cólon irritável e o diagnóstico é feito por exclusão, o profissional tende a suspeitar da síndrome. Normalmente, se não há nada que explique os sintomas, é alta a probabilidade de SCI.

    Os sintomas, porém, podem ser fruto da produção de substâncias inflamatórias pelos focos de endometriose. Então, no caso das mulheres, as causas do problema devem ser investigadas mais a fundo para que o diagnóstico correto seja feito.

    Inflamação intestinal ou do reto

    Também relacionada à endometriose intestinal, a suspeita costuma ocorrer quando há dor ou sangramento ao evacuar. Vale ressaltar que o envolvimento extenso do intestino na endometriose pode exigir tratamento cirúrgico imediato, pois existe risco de obstrução do órgão.

    Escrito por Marco Aurelio Pinho de Oliveira
    Ginecologia e Obstetrícia - CRM 52422-7/RJ
    Por Especialistas - Em 30/12/2019
    Site- MInha Vida

Copyright © SINDFESP - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por E-Assis