Enquete

Qual é sua avaliação do Governo do Estado com os funcionários públicos?

Otimo

Bom

Regular

Péssimo

 

Nota Fiscal Paulista libera R$ 19 milhões em créditos; veja como resgatar (20/06/2020)

  • Valores são referentes a fevereiro de 2020 e valem para consumidores ou entidades beneficentes
    Laísa Dall'Agnol
    SÃO PAULO
    A Secretaria da Fazenda e Planejamento de São Paulo liberou, nesta terça-feira (16), quase R$ 19,2 milhões em créditos mensais aos participantes da Nota Fiscal Paulista. Os créditos são referentes às compras e doações de documentos fiscais realizadas em fevereiro deste ano.

    Deste total, R$ 9,5 milhões foram destinados a pessoas físicas que fizeram compras apresentando o CPF.

    As instituições beneficentes que receberam doações por meio de documentos fiscais têm à disposição R$ 9,4 milhões para utilização em seus projetos.
    Veja como transferir
    A transferência de recursos para conta-corrente ou poupança de mesma titularidade pode ser feita por meio do aplicativo ou site da Secretaria da Fazenda. Em ambas as opções os valores serão creditados na conta indicada em até 20 dias.

    Aplicativo Nota Fiscal Paulista

    1- Faça o download do app pelo smartphone ou tablet
    2- Digite o CPF/CNPJ e senha cadastrada
    3- Solicite a opção desejada

    Site da Secretaria da Fazenda

    1- Acesse o site https://portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/nfp
    2- Solicite a opção desejada ('Consumidor' ou 'Entidades')
    *Para 'Consumidor', clique em 'Acesso ao sistema' > Preencha CPF ou CNPJ e senha (se tiver esquecido a senha, é possível solicitar uma nova, mediante envio para email cadastrado)

    Créditos da Nota Fiscal Paulista
    Os créditos da Nota Fiscal Paulista permanecem à disposição dos participantes por cinco anos a contar da liberação e podem ser utilizados a qualquer momento dentro desse período. O valor mínimo para transferência é de R$ 0,99.

    Com esta liberação, a Secretaria da Fazenda e Planejamento já disponibilizou, no primeiro semestre de 2020, mais de R$ 153 milhões aos participantes cadastrados no programa.

    Jornal Agora São Paulo

Copyright © SINDFESP - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por E-Assis